segunda-feira, 2 de julho de 2007

Robinho salva o Brasil


Dunga mexeu no time: plantou Gilberto Silva na cabeça da área, liberou Mineiro como volante mais adiantado, pelo lado direito, e recuou Elano para fazer o mesmo, à esquerda.Em vez de dois volantes e três meias no 4-2-3-1 que vinha adotando, o treinador brasileiro preferiu ter três no meio, dois meias (Anderson e Robinho), e o ainda muito isolado Vágner Love no ataque.

Ganhamos. Mas continuamos sem jogar bem.

3 x 0 foi demais. Como Robinho, de novo, foi demais. Assumiu o time, bateu o pênalti sofrido por Love, concluiu o belo lance do atacante no segundo, e fez uma pintura no terceiro.

Dunga não teve muita paciência com os meias.Diego não voltou ao time.Anderson só teve dois tempos, e foi sacado no intervalo.Júlio Baptista entrou muito bem.Mas não é para ser titular.Nem sei se esse time e esse esquema são os ideais para o Brasil.Só dá para imaginar que é mais que possível se classificar.

Notas pros jogadores:

Doni não teve problemas, nem faltas difícieis para defender (6)
Maicon não apoiava, não comprometia até machucar o ombro, aos 25min (5).
[Daniel Alves entrou bem, se soltou, finalizou, ajudou a desarmar um rival e iniciar o lance do golaço de Robinho (6)]
Alex ainda está abaixo do zagueiro que é, e tomou sustos de Suazo (5)
Juan continua o de sempre: ótimo, seguro, e confiável. Cada vez melhor (8)
Gilberto melhorou no segundo tempo, mas não parece tão melhor que Kléber(6)
Gilberto Silva falou e jogou mais (6), como cabeça-de-área centralizado, em função parecida a que desenvolve no Arsenal.
Mineiro pôde sair mais para o jogo, na dele. No início, pela esquerda. Depois, à direita (6).
Elano começou pela direita, acabou bem pela esquerda, mais um terceiro volante que um terceiro meia (6).
[Josué entrou para fechar o meio e iniciou o segundo gol (6)]
Anderson jogou muito menos do que sabe e do que pode. Mas poderia ter tido mais tempo (5)
[Júlio Baptista se superou, e deu dinâmica e força à equipe (7)]
Robinho. Três gols, e pelo menos mais três belos lances. Assumiu a responsa, chamou o jogo, e definiu o placar por Dunga e pelo Brasil (9)
Vágner Love melhorou no segundo tempo, com o talento de Robinho, e a aproximação de J.Baptista. Bela assistência pro segundo gol. Mas está sacrificado pelo esquema (6).
Dunga foi salvo por Robinho. Mexeu taticamente no time. Mas, apesar do placar, a equipe está longe de se considerar em ponto de bola (6).

5 comentários:

Diogodrb disse...

po, um time com kaka r gaucho robinho e fenomeno quem venceria?

ilson disse...

o primeiro drible do robinho foi animal, no começo do jogo!! deixou o cara no chão hahaha vagner love, mineiro, elano, maicon... tudo cabeça de bagre
e graças que o maicon se machucou

Guilherme Pereira disse...

eu odeio o robinho e nao acho ele todo esse jogador.

diogo disse...

sim graças que maicon se foi, e o que wagner love faz na seleçao?

Guilherme Pereira disse...

é a grande era dunga ! so craques !